sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Autismo é tema de curso em Palmas TO

Autismo é tema de curso em Palmas
As inscrições já estão abertas para o curso que será realizado entre os dias 28 e 31 de outubro, quando o autismo será debatido por especialista no assunto, na Capital
Postada em: 10/10/2013 ás 17:43:21Link:
Publicidades Surgiu-22
A Anjo Azul – Associação dos Autistas do Tocantins, promove entre os dias 28 e 31 de outubro, no auditório da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, o cursoAutismo, das questões teóricas à pratica que tem como objetivo capacitar profissionais, estudantes e familiares que lidam com o autismo.

Eliana Boralli, especialista no assunto com formação em pedagogia e autora de livros sobre o tema, ministrará o curso com carga horária de 40 horas. As inscrições podem ser realizadas através do site www.anjoazulto.com.br ou na Casa São Paulo, na quadra 104 Norte, Av. Juscelino Kubitschek 103, Plano Diretor Norte, Palmas.


Eliana Borelli

Trabalhou como consultora sobre autismo em programas de televisão, jornais, revistas e filme. Realiza palestras sobre o tema e é consultora em diversos Estados Brasileiros e em mais de 50 APAES. Foi docente em curso de extensão profissional sobre autismo na Universidade das Faculdades Metropolitanas Unidas de São Paulo.

Trabalhou na Secretaria de Educação e Cultura do Estado de Goiás, do Estado de Tocantins, do Estado do ACRE, da Prefeitura Municipal de Bragança Paulista, do Instituto Madre Mazzarello. Todos os cargos estavam ligados à assuntos relativos ao autismo e sua inclusão na rede regular de Ensino.


O que é autismo

O autismo é uma disfunção global do desenvolvimento. É uma alteração que afeta a capacidade de comunicação do indivíduo, de socialização e de comportamento. Algumas crianças, apesar de autistas, apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam sérios problemas no desenvolvimento da linguagem. Os diversos modos de manifestação do autismo também são designados de espectro autista, indicando uma gama de possibilidades dos sintomas do autismo. Atualmente já há a possibilidade de detectar a síndrome antes dos dois anos de idade, em muitos casos.
Foto: DivulgaçãoFonte: Aurora FernandesPostador: Anne Costa

Nenhum comentário: