quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Jovem fratura a coluna durante execução de exercício abdominal em academia

Jovem fratura a coluna durante execução de exercício abdominal em academia

No último sábado, dia 9 de janeiro de 2015, uma jovem sofreu um acidente durante a execução de um exercício abdominal em uma academia da cidade de São José do rio Preto, no interior de São Paulo.
marcelle-mendes-mancuso
Marcelle Mendes Mancuso
Como toda notícia tem que atrair a atenção do leitor, quem apenas lê a manchete fica com a impressão de que academia é um lugar perigoso, onde acidentes ocorrem e pessoas morrem. Infelizmente, a jovem Marcelle Mendes Mancuso fraturou a coluna após cair de cabeça durante a execução do exercício.

Como assim, cair de cabeça?


Atividades físicas são extremamente seguras se praticadas seguindo orientações de um profissional habilitado. Dois pontos a se considerar: se o exercício estava sendo executado durante uma “aula”, como foi noticiado em reportagem do G1, o professor torna-se totalmente (ir)responsável, porque não previu o que poderia ter acontecido, podendo gerar, inclusive, ser responsabilizado criminalmente. Se estava executando o exercício por conta própria em local distante da supervisão de um professor, em que pese o fato da responsabilidade pessoal da jovem, ainda assim a academia poderia ter, de alguma forma impedido a execução do exercício. Muitas vezes essas atrocidades se tornam difíceis de serem coibidas, uma vez que muitas academias não possuem regulamento interno com regras e procedimentos, direitos e deveres de ambas as partes.
Em áudios que recebi de supostas testemunhas – e cuja autenticidade não foi comprovada – foi dito que viram a jovem executando o exercício, chamaram sua atenção, mas ela não quis ser ajudada. Ainda que, após o acidente, tentaram ajudá-la e a teriam “puxado” para um outro local, pois ela não conseguia se movimentar, o que pode ter agravado a lesão que, segundo informações, teria sido na 5ª vértebra cervical. Lesões nessa altura da coluna, infelizmente, podem levar à tetraplegia.
Abaixo uma foto do suposto exercício que Marcelle estaria executando:
abdominal-invetido
ATUALIZAÇÃO – 12/01/15 às 23:30h
Depois da publicação do post, chegou a informação de que o aparelho onde a jovem estaria se exercitando é esse da foto abaixo, originalmente utilizado para exercícios de bíceps:
Banco Scott
Banco Scott
Do ponto de vista biomecânico, o exercício – em qualquer uma das modalidades acima – nem é tão eficaz assim (se não for específico para alguma modalidade esportiva), porque a musculatura abdominal trabalha, de forma isotônica, até cerca de 30º de flexão do tronco, depois ela passa a atuar de forma isométrica e entram em ação os flexores do quadril que atuam (o músculo ilío-psoas), inclusive, na coluna lombar. Se esse exercício, que é bastante intenso, for executado por uma pessoa destreinada, ela pode até não cair, mas o risco de lesão pela simples intensidade do exercício é extremamente alta.
O que cabe registrar aqui é a necessidade de total controle das academias sobre o que acontece em suas dependências:
  1. Um regulamento interno é imprescindível para se evitar problemas: não basta apenas ter o regulamento e entregá-lo aos clientes. É necessário uma efetiva divulgação das normas e procedimentos em campanhas através de comunicação interna, redes sociais, quadros de avisos e outras.
  2. “Educação” do aluno: sempre bato nesse ponto de que é necessário educar o aluno/cliente desde o primeiro dia na academia. Se esse trabalho for bem feito, os problemas serão muito minimizados.
  3. Análise crítica de vídeos e blogs de web celebridades: não adianta fechar os olhos para isso, blogueiros e blogueiras estão aí com vídeos e textos que disseminam verdadeiras atrocidades em termos de exercícios físicos milagrosos e eficazes. Analisá-los criticamente e trabalhar essa crítica, de forma informativa para o seu público (as redes sociais funcionam muito bem para isso) também ajuda a minimizar problemas.
  4. Atualização profissional: à medida que os professores das academias se atualizam tecnicamente, adquirem mais conhecimento e podem, de maneira técnica, confrontar o que muita gente anda vendo na internet e tentando reproduzir nas academias

Para os praticantes de atividades físicas, a dica é não seguir tudo o que se vê na internet. Muito do que se mostra como exercícios super eficazes não são executados nem mesmo por quem os divulga!
No mais, não inventar movimentos mirabolantes e realizar o básico, prescrito por um profissional habilitado, vai trazer muitos ganhos para quem pratica atividade física em academias!
Tem um vídeo de exercício mirabolante que você viu na internet? Coloque ele aí nos coment

OLIMPIADAS ESPECIAIS BRASIL

E muita honra poder estar contribuindo para o sucesso das OLIMPÍADAS ESPECIAIS BRASIL.

https://www.facebook.com/ricardo.lucio.7/videos/vb.100000512011258/1256312024395853/?type=2&theater&notif_t=video_comment_tagged

Morador do Alemão cria primeiro portal paralímpico do país


 http://www.vozdascomunidades.com.br/complexo-do-alemao/morador-do-alemao-cria-primeiro-portal-paralimpico-do-pais/
 

“A gente colhe o que planta; eu planto o bem” Nataniel criou um site paralímpico, visando à inclusão de atletas deficientes na sociedade

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

DVD Completo do Patati Patata 2

Educação Fisica Adaptada e Inclusão

Educação Fisica Adaptada e Inclusão

Esportes adaptados - Programa Especial

Esportes adaptados - Programa Especial

Documentário "Esporte Adaptado - Basquete sobre Rodas"

Regras do Basquete em Cadeira de Rodas

OSCAR EXPERIMENTA JOGAR BASQUETE EM CADEIRA DE RODAS